Insights

Publicações - 15/03/21

Como fica o atendimento das empresas na fase emergencial

Entramos em fase emergencial no Estado de São Paulo a partir de hoje (15) e muitas empresas ainda possuem dúvidas sobre o que está permitido com relação ao atendimento.

Nosso time de especialistas em Direito do Consumidor, liderados pela Debora Farias e pelo Leonardo Paludeto, separaram as dicas mais importantes.

Período das restrições em fase emergencial

Começa em 15 de março e vai até 30 de março, podendo se estender de acordo com a situação da pandemia no Estado

 

O que pode funcionar:

Mercados

Açougues

Lojas de Suplementos

Padarias

Feiras ao ar livre

Porém, segue proibido o consumo e manipulação de alimentos nos locais citados acima.

Não há alteração de funcionamento dos estabelecimentos considerados essenciais na fase emergencial.

 

Delivery e Drive Thru

O sistema de delivery e drive thru estão liberados, porém o serviço de retirada, fora dessas modalidades, está proibido nessa nova fase.

Em casos de estabelecimentos em que há o consumo de alimentos dentro de supermercados, como padarias, podem seguir abertas. A compra no local é permitida, apenas o consumo no local foi proibido. Podendo ocorrer as modalidades de entrega (delivery) e/ou drive thru.

 

Atividades Proibidas no Estado de São Paulo

Missas e cultos religiosos

Campeonatos esportivos

Lojas de materiais de construção

Comércio não essencial – lojas de roupas, calçados, restaurantes, bares e lanchonetes

Uso de praias e parques

 

Todas as demais atividades administrativas devem ser realizadas por teletrabalho. Nosso time de especialistas trabalhistas fez um Guia Prático para orientar as empresas nesse novo momento de restrições.

Profissionais
Relacionados

Áreas de Atuação
Relacionadas

Cadastre-se e receba nossos comunicados.

Selecionar áreas de atuação de interesse